12/06/2011


Sem entender a vida, sem entender o amor eu parei pra pensar nas simples coisas que nos cercam
no brilho do sol, do simples barulho das ondas, ou da brisa em teu rosto, nas flores de um jardim
de um sorriso sincero, de palavras doces, daquele simples abraço, ou das lagrimas escorrendo pela face,
e sem perceber me dei conta de que as coisas mais simples são as melhores, muitas vezes as deixamos passar não nos damos conta das maravilhas que são, do quanto é bom você pode olhar para o sol se pondo sentindo a brisa suave relando em tua face ouvindo o barulho do mar. Percebi que não preciso de muito para ser feliz, percebi que o amor caminha junto as coisa simples, que a vida nos dá o melhor que ela tem e as vezes as recusamos, nos torturamos, choramos, lamentamos pelo que não temos e não agradecemos pelo que nos foi proporcionado, só criticamos aquilo que não se pode ter, mais esquecemos que fomos nos que recusamos aquilo que nos foi dado, e que a conquista depende do nosso esforço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário